Atibaia ilumina-se de azul para o Dia Mundial do Autismo

Acompanhando um movimento global pelo Dia Mundial de Conscientização do Autismo, 2 de abril, Atibaia está iluminada de azul pela causa.

Os locais mais iluminados são o Hospital Novo Atibaia (HNA), o Hospital Albert Sabin, o Gabinete da Prefeitura, a Câmara Municipal e o Hotel Bourbon.

Dia Mundial

A ONU, no fim de 2007, declarou todo 2 de abril como sendo o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, data em que comunidades envolvidas com a causa fazem eventos e um movimento mundial para iluminar de azul prédios, monumentos e grandes cartões postais do planeta para chamar a atenção da sociedade e podermos tocar no assunto “autismo” — e conscientizar —, pois apenas a informação pode acabar com o preconceito e discriminação. Ao redor do planeta, numa iniciativa liderada pela instituição estadunidense Autism Speaks, chamada de “Light It Up Blue” (numa tradução livre: “acenda uma luz azul”), importantes pontos iluminam-se de azul para chamar a atenção da sociedade e tentar ganhar uma espaço na mídia e redes sociais para falar de autismo e disseminar mais informação sobre a síndrome. Exemplos disso são: o Empire State Building e a Estátua da Liberdade, nos Estados Unidos; a CN Tower, no Canadá; as Pirâmides do Egito; a London Eye, na Inglaterra; a Torre Eiffel, na França; e muitos outros em volta do planeta. E no Brasil, não podia ser diferente, o Cristo Redentor e mais dezenas de outros cartões postais país à fora. Em Atibaia, os prédios citados. Mas, azul por quê? Pelo fato do autismo acometer predominante meninos, cerca de 4,5 casos em meninos para cada menina — e a cor azul está há muito tempo relacionada a bebês do sexo masculino.

Vista azul do dia 2 de abril e conscientize alguém com informação a respeito de autismo. Só a informação pode vencer o preconceito.

Leia reportagem da Revista Autismo (projeto da ONG Consciência Solidária) para o Dia Mundial de Conscientização do Autismo de 2017: A nata da pesquisa sobre autismo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google+