Revista Autismo


Revista AutismoPublicação gratuita, nacional, impressa e online. A respeito de autismo, é a primeira da América Latina e a única no mundo em língua portuguesa.

Em 2012 a Consciência Solidária “abraçou” o projeto da primeira revista a respeito de autismo da América Latina e a única no mundo em língua portuguesa sobre essa complexa síndrome. Uma publicação gratuita, impressa e digital, distribuída em todo o território nacional, feita por pais de autistas, sem fins lucrativos. As edições estão disponíveis sem qualquer restrição no site da revista em http://RevistaAutismo.com.br/ — além de muita informação sobre autismo. Curta a página do revista no Faccebook: http://fb.me/RevistaAutismo. e dê um “+1” no Google Plus: http://GPlus.go/RevistaAutismo.


A nata da pesquisa sobre autismo

Publicado por em 30.mar.2017 em Destaque, Revista Autismo | 0 comentários

A nata da pesquisa sobre autismo

Brasileiro lidera laboratórios na Califórnia (EUA)

Francisco Paiva Junior,
editor-chefe da Revista Autismo

Para celebrar o nono Dia Mundial de Conscientização do Autismo, 2 de abril, estive no laboratório do Sanford Consortium, na Universidade da Califórnia em San Diego (UCSD), um dos mais (senão o mais) avançados laboratórios de neurociência do planeta, onde conversei com o neurocientista Alysson Muotri — um brasileiro, PhD, que lidera um verdadeiro batalhão de pesquisadores naquela universidade (você pode ver o vídeo desta visita no site da Revista Autismo, projeto integrante da ONG Consciência Solidária, de Atibaia — em www.RevistaAutismo.com.br).

E foi lá em San Diego, no extremo Sudoeste dos Estados Unidos, cidade que faz divisa com o México, que Alysson me mostrou o trabalho que tem sido feito na busca pela cura do autismo e de outras síndromes e doenças — de síndrome de Rett e mal de Parkinson até anorexia nervosa, zica e mal de Alzheimer.

O campus fica num dos mais belos cenários da California, com vista para o Oceano Pacífico, caprichosamente localizado próximo a uma pista de vôo de paraglider, num dos melhores lugares para se admirar o pôr-do-sol da costa oeste estadunidense, a região de Torrey Pines.

No mesmo prédio ficam vários laboratórios, integrados exatamente para promoverem a transdisciplinaridade entre os mais diversos campos de pesquisa, com três principais corredores onde em cada sala algo da nata da ciência está sendo pesquisado e a qualquer momento podem brotar importantes descobertas — como há poucos dias de lá descobriu-se que anorexia nervosa tem uma base genética e biológica passível de modulação farmacológica, o que abre caminho para se descobrir a causa e melhores tratamentos. No corredor central, os equipamentos mais pesados para facilitar a logística.

O paulistano Alysson, que fundou, no ano passado a primeira startup de medicina personalizada do mundo, a Tismoo, voltada predominantemente a fazer análises genéticas de autistas, e acabou de lançar o livro “Espiral — Conversas Científicas do Século XXI”, pela editora Atheneu, também é pioneiro na criação de mini-cérebros em laboratório, o que inclusive foi usado para o primeiro estudo do mundo que confirmou a relação entre o zika vírus e a microcefalia, publicado na renomada “Nature”. Os mini-cérebros têm ajudado muito na busca por entender diversas síndromes e doenças, além do autismo, e tem ganhado destaque mundial na mídia.

Em busca da cura

Numa dessas salas, “doctor Muotri” (como dizem os norte-americanos por lá) me mostrou três importantes equipamentos. No primeiro deles, um multi-eletrodo, quando se coloca uma cultura de neurônios numa placa, pode-se ouvir (isso mesmo, ouvir!) a atividade elétrica dos neurônios em mini-cérebros. No segundo equipamento, um moderno microscópio eletrônico, é possível ver e quantificar as sinapses acontecendo, desde que se utilize de um marcador verde fluorescente, pois as sinapses, a olho nu, são invisíveis. E um terceiro “trambolho”, um microscópio para análise morfométrica, onde se pode analisar detalhadamente a anatomia de um neurônio, a ponto de se conseguir medir seus dendritos, ramificações e núcleo. Foram nesses equipamentos que o neurocientista viu, pela primeira vez, lá pelos idos de 2010, que os neurônios de pessoas com autismo tinham uma morfologia diferente e faziam menos sinapses. “O neurônio do autista, em geral, parece algo que não se desenvolveu completamente, ainda não amadureceu”, explicou Alysson. E, a partir de então, pode-se iniciar testes com drogas até que conseguiu reverter um neurônio em laboratório. Ele me contou essa história em detalhes na primeira vez que o entrevistei (leia, na íntegra, na Revista Autismo, edição de abril/2011).

Leia a reportagem completa em
http://www.RevistaAutismo.com.br/noticias/a-nata-da-pesquisa-sobre-autismo

Casos de autismo sobem para 1 a cada 68 crianças

Publicado por em 1.abr.2014 em Destaque, Revista Autismo | 0 comentários

Casos de autismo sobem para 1 a cada 68 crianças

Conforme pesquisa do governo dos Estados Unidos, os casos de autismo subiram para 1 em cada 68 crianças com 8 anos de idade — o equivalente a 1,47%. O número foi aferido pelo CDC (Center of Diseases Control and Prevention), do governo estadunidense — órgão próximo do que representa, no Brasil, o Ministério da Saúde. Os dados são referentes a 2010 e foram divulgados nesta quinta-feira, 27 de março de 2014.

Houve aumento de quase 30% em relação aos dados anteriores, de 2008, em que apontava para 1 caso a cada 88 crianças. Quase 60% para 2006, que era de 1 para 110. Mesmo o autismo podendo ser detectado a partir dos 2 anos de idade, a maioria das crianças foi diagnosticada após os 4 ano.

Leia o texto completo na Revista Autismo e ajude a divulgar.

Facebook-Dia Mundial do Autismo 2013

Atibaia ficou azul pelo Dia Mundial do Autismo

Publicado por em 7.abr.2013 em aMais, Revista Autismo | 1 comentário

Atibaia ficou azul pelo Dia Mundial do Autismo

HNA_Atibaia-2abril2013Vários pontos da cidade foram iluminados de azul para lembrar o Dia Mundial de Conscientização do Autismo — todo 2 de abril, data instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Ficaram azuis: o Hospital Novo Atibaia — HNA (foto de cima), o Hotel Bourbon (foto), a Prefeitura, a Câmara Municipal, o Centro de Convenções “Victor Brecheret”, o Fórum da Cidadania, o AMHA Convênios, AMHA Odonto, o hospital Albert Sabin.

Além das luzes azuis, os paineis digitais (outdoor LED) da Red Jack (na Estância) e da Art World (no Alvinópolis) veicularam mensagens a respeito da data, assim como os monitores do Circulô TV em vários pontos comerciais. A Rádio Mix FM também veiculou mensagens institucionais sobre autismo desde o início de março.

HotelBourbon_Atibaia-2abril2013Escolas também enfeitaram-se e todos vestiram-se de azul no 2 de abril. Os professores explicaram a respeito de autismo aos alunos, desde os pequeninos, das escolas Primeiros PassosObjetivo Baby e Irene Janussi, aos maiores, do Objetivo Junior e outras escolas da cidade.

Inúmeras empresas também homenagearam a causa com todos os funcionários usando a fita símbolo do autismo (formada por peças coloridas de quebra-cabeça, uma alusão à complexidade e diversidade da síndrome) durante a semana de 1 a 7 de abril, como o Hospital Novo Atibaia, Objetivo Baby e Junior, AMHA Convênios, Park Kids (Estância), todos em Atibaia, além do provedor BJPnet, em Bom Jesus dos Perdões — que também iluminou sua pequena fachada de azul.

GrupoCaetê_Atibaia-2abril2013O grupo Caetê jogou capoeira no Dia Mundial do Autismo com todos vestidos de azul, no bairro do Caetetuba, e receberam explicações sobre a síndrome lembrada na data.

Os integrantes dos grupos aMAIS e Revista Autismo, ambos projetos da ONG Consciência Solidária, agradecem o apoio de todas as pessoas e instituições, públicas e privadas, além da imprensa, que colaboraram para disseminar mais informação a respeito desta complexa síndrome, o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).

Dia Mundial

Capa da nova edição da Revista Autismo

Todo 2 de abril, pais, profissionais e governantes procuraram se unir para a conscientização e alerta de uma síndrome que cada vez mais afeta novas crianças. Ainda sem saber ao certo o que causa o autismo, cientistas do mundo inteiro têm trabalhado na busca por respostas.

Neste ano, a campanha pela data no Brasil foi lançada no teatro do Bourbon no último dia 22 de março, junto com o lançamento da nova edição da Revista Autismo (foto da capa à esquerda), em Atibaia.

 

Fotos

Veja as fotos de Atibaia iluminada de azul no 2 de abril para a conscientização a respeito do autismo.

 

 

Lançamento da 4ª Revista Autismo teve quase 500 pessoas no Bourbon

Publicado por em 29.mar.2013 em aMais, Revista Autismo | 1 comentário

Lançamento da 4ª Revista Autismo teve quase 500 pessoas no Bourbon

Palestra em Atibaia 059Quase 500 pessoas prestigiaram o lançamento da Revista Autismo, ano 4, edição 3, e da campanha de 2013 para o Dia Mundial de Conscientização do Autismo (todo 2 de abril), data instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 2007, com o tema: “Você precisa conhecer, para ajudar 2 milhões de famílias no Brasil: Autismo“, realizada pelos projetos aMAIS e Revista Autismo, ambos da ONG Consciência Solidária. O evento aconteceu no teatro do Hotel Bourbon Atibaia, na noite de 22/março/2013.

Além dos lançamentos da campanha e da quarta edição da Revista Autismo (publicação gratuita, nacional, feita por pais de autistas e a única no mundo em língua portuguesa sobre o assunto), os participantes assistira a uma palestra do sargento do 7° Grupamento de Bombeiros, de Campinas, Luís Dicara — que também é pai de um garoto autista —, com o tema “Primeiros Socorros a Crianças Especiais, inclusive Autistas“, abordando noções, além de situações de emergência, também de segurança no lar e na escola envolvendo pessoas com necessidades especiais, com foco principal em autismo. A entrada foi a doação de um brinquedo.

Em Atibaia, vários pontos da cidade estarão iluminados de azul para alertar a sociedade a respeito do Dia Mundial de Conscientização do Autismo, entre eles, o Hospital Novo Atibaia, o Hotel Bourbon Atibaia, a Rádio Mix FM, o Centro de Convenções Victor Brecheret e a Câmara Municipal. Os paineis digitais da Red Jack, da Art World e as TVs Circulô Atibaia exibirão a campanha.

Palestra em Atibaia 061Todas as fotos do evento estão na página da Revista Autismo no Facebook (neste link).

Campanha para o Dia Mundial do Autismo 2013 será lançada no teatro do Hotel Bourbon Atibaia

Publicado por em 5.mar.2013 em aMais, Revista Autismo | 5 comentários

Campanha para o Dia Mundial do Autismo 2013 será lançada no teatro do Hotel Bourbon Atibaia
Cartaz 2013 para o Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Cartaz 2013 para o Dia Mundial de Conscientização do Autismo

>> INSCRIÇÕES ENCERRADAS <<

Os projetos aMAIS e Revista Autismo, ambos da ONG Consciência Solidária, lançarão a campanha de 2013 para o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, data instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 2007, com o tema: “Você precisa conhecer, para ajudar 2 milhões de famílias no Brasil: Autismo” . O evento será no recém inaugurado teatro do Hotel Bourbon Atibaia, dia 22/março/2013, às 19h30 — é necessário inscrever-se (o link para o formulário de inscrição está no fim deste texto), pois as vagas são limitadas —, as inscrições estão encerradas.

Além da campanha, teremos o lançamento da quarta edição da Revista Autismo (publicação gratuita, nacional, feita por pais de autistas e a única no mundo em língua portuguesa sobre o assunto) e uma palestra do sargento do 7° Grupamento de Bombeiros, de Campinas, Luís Dícara — que também é pai de um garoto autista —, com o tema “Primeiros Socorros a Crianças Especiais, inclusive Autistas“, abordando noções, além de situações de emergência, também de segurança no lar e na escola envolvendo pessoas com necessidades especiais, com foco principal em autismo. A entrada será a doação de um brinquedo (novo) de qualquer valor. (mais…)

Campanha por mais uma Revista Autismo gratuita

Publicado por em 2.out.2012 em Destaque, Revista Autismo | 0 comentários

Campanha por mais uma Revista Autismo gratuita

Estamos em campanha para arrecadar fundos para fazermos a quarta edição da Revista Autismo, sempre GRATUITA.

Não importa se você pode doar R$5, R$10 ou R$20 ou R$50, faça parte dessa grande corrente do bem!

Com doações, nossas ou que consigamos angariar de outros grupos, pessoas, empresas ou instituições., conseguiremos novamente!

Entenda porque doar clicando aqui.

Faça um depósito de qualquer quantia no

banco ITAÚ para a seguinte conta
Ag.0030 – C/C.67312-3
(em nome da Ass.Consc.Solidária,
CNPJ 07.176.916/0001-46)

OU

Doe parte do seu Imposto de Renda
(pessoa física ou jurídica),
saiba como clicando aqui.

Google+